Já é hora da sua empresa adotar uma cultura de dados

Independentemente de setor ou tamanho, empresas que desejam se manter competitivas têm líderes e gestores que se interessam e pesquisam por temas como inovação, disrupção e transformação digital. Por conta disso, há uma necessidade de se conversar sobre Análise e Cultura de Dados. Esses são dois pontos que qualquer organização ou instituição não pode deixar de investir. 

O fato é que, cada vez mais, as organizações estão obtendo dados, e a tendência é um aumento exponencial nisso. Afinal, cada vez mais aparelhos estão conectados, gerando e armazenando informações a serem interpretadas.

Extrair valor de informações oriundas de vários setores é essencial para uma empresa e trata-se de algo que é facilmente alcançado quando se implementa uma cultura de análise de dados internamente.

Mas você sabe exatamente o que significa desenvolver uma cultura de dados, como construí-la e utilizá-la como uma vantagem sobre a concorrência? Continue a leitura e saiba mais!

O que é Cultura de Dados?

A Cultura de Dados é uma abordagem para a tomada de decisões. Ela é baseada na ideia de que os dados podem fornecer informações valiosas que não costumam ser visíveis em outros aspectos do negócio. Assim, com base em dados, as empresas tomam decisões melhores e realizam ações mais eficazes  

Aprofundando um pouco mais, uma cultura de dados envolve práticas que dizem respeito ao uso dos dados para previsão de tendências, bem como a identificação de oportunidades e a otimização de processos da organização. Essa abordagem deve ser aplicada em todos os níveis da empresa; assim, melhora como um todo as operações, a produtividade e o desempenho dos colaboradores.

cultura de dados

É fácil desenvolver uma cultura de dados?

Podemos dizer que a cultura de dados versa muito mais sobre a cultura organizacional da empresa do que o uso de ferramentas e tecnologias. Afinal, de nada adianta possuir um Data Warehouse bem estruturado e dashboards bonitos se o processo de tomar decisões baseadas em dados não é um consenso dentro da organização.

É justamente por ser uma questão mais organizacional que muitas empresas veem a implementação de uma cultura data-driven como algo complexo. É muito fácil dizer ou propor como utilizar os dados para a tomada de decisão. Porém, o assunto se torna complicado quando precisamos normatizar e tornar automático esse processo de análise entre os colaboradores de toda a organização.

Por isso, para adotar uma cultura de dados, é imprescindível levar em consideração os quatro tópicos a seguir. Nossa equipe os considera fundamentais para a construção de uma forte cultura data driven.

#1. A mudança de cultura deve ocorrer de cima para baixo

Não entendeu o subtítulo? Calma, nós explicamos! 

Empresas guiadas por dados têm líderes que acreditam que todas as decisões devem se fundamentar em dados. Se, por exemplo, você é um gestor que sempre lidera com base em dados antes de tomar uma decisão, sua equipe irá seguir este exemplo e entenderá a importância de fornecer dados valiosos. 

Por outro lado, se a liderança usa mais a intuição do que os dados para decidir, sua equipe provavelmente fará o mesmo. Portanto, é imprescindível que a mudança comece pelos cargos de gestão, cobrando análises mais precisas e dados, e comunicando essa expectativa à equipe. Desta forma, todos se tornam responsáveis por buscar dados para melhorar as decisões.

#2. As métricas utilizadas devem ser realmente relevantes

O que você prefere: medir todos os indicadores possíveis da sua área ou apenas aqueles considerados corretos? A primeira opção parece bem mais interessante, certo? 

Pois é. Boas lideranças, aquelas que realmente têm uma forte cultura de dados, escolhem as métricas cuidadosamente e as utilizam com parcimônia. Para isso, é necessário conhecer bem o modelo de negócio da organização e realizar um acompanhamento criterioso dos fatores que podem influenciar a sua performance.

Além disso, leve em consideração três pontos-chave para uma boa métrica:

  • Métricas interessantes devem ser comparativas, ou seja: devem ser capazes de comparar distintos grupos, períodos ou usuários, por exemplo.
  • Boas métricas também devem ser compreensíveis. Para obter essa resposta, busque mostrar esse indicador para alguém de fora da empresa. Se essa pessoa não entender, isso pode ser um sinal de que algo está errado.
  • Razões e taxas podem dar uma maior noção de como sua empresa está. Por isso, você também deve levar esse ponto em consideração.

#3. Sua equipe também deve ser empoderada

É fácil esquecer o potencial da alfabetização de dados para aumentar a eficiência e efetividade da sua equipe. No entanto, compreender as ferramentas e fornecer fácil acessibilidade aos dados são dois tópicos fundamentais para que todos os colaboradores possam contribuir com suas próprias análises dos dados com os quais trabalham. Assim, cabe aos líderes disponibilizar os dados e as ferramentas à equipe e incentivá-los a usá-los da melhor forma possível.

#4. Garanta que os processos estejam bem definidos

Para garantir um bom uso das ferramentas e capacidades individuais, certifique-se de documentar todos os processos. Isso inclui o quê, como, quem e por que cada um deles é realizado. 

Lembre-se: uma boa definição de processos aproveita ao máximo as habilidades individuais de cada membro da equipe, garante uma comunicação mais clara sobre as atividades e, como resultado, os processos são realizados com melhor qualidade.

Conte com a BIX Tecnologia como uma alternativa mais rápida para desenvolver a Cultura de Dados da sua empresa!

Capacitar um profissional é uma significativa e efetiva maneira de se dar início a uma Cultura de Dados em uma empresa. Porém, muitas vezes, grandes empresas precisam trazer profissionais de fora para ajudar nessa jornada – e, quanto maior a instituição, maior a pressa e necessidade de ajuda.

A BIX Tecnologia é uma consultoria de dados com foco na conquista de resultados – e ajudar empresas a se tornarem data-driven está entre nossas metas.

E, ao contrário de outras consultorias que tentam empurrar soluções prontas, a BIX Tecnologia acredita em ouvir os clientes e unir gestão, processos e pessoas para que todos conquistem melhores resultados.

Se você busca tornar a sua empresa data-driven ou quer conversar mais sobre cultura de dados, entre em contato conosco. Será um prazer ajudar você a extrair o máximo do valor das informações de sua instituição.