Empreendedorismo Inteligente, com Uso de Dados, é tema de palestra na IV Work Week da UFSC

A cultura interna voltada para o desenvolvimento da equipe foi um dos motivos que levaram a BIX Tecnologia, consultoria de Business Intelligence e Advanced Analytics, a realizar mais de 250 projetos em cinco anos de existência e crescer 138% em 2018. Esse foi o tema da palestra “Empreendedorismo Inteligente” ministrada pelo CEO, Felipe Santos Eberhardt, e os consultores Igor Gois e Daniel Valenti e realizada na IV Work Week da Universidade Federal de Santa Catarina. 

 

 

A palestra aconteceu no começo da tarde de quinta-feira, o que levou os sócios a brincarem com qual seria a intenção dos alunos presentes: Aprender algo novo ou matar tempo até o início das aulas? Apostando na primeira alternativa, primeiro apresentaram a BIX Tecnologia, compartilharam algumas das filosofias que guiam as estratégias da empresa e, por fim, trouxeram uma aplicação de Business Intelligence em tempo real com participação da plateia.

 

A BIX Tecnologia foi fundada em 2014. Com o objetivo de otimizar a gestão de processos e pessoas para facilitar a vida todos, usa a análise de dados para ajudar as clientes (como Portobello, Grupo Soma e Embraco) a conquistar resultados melhores. Atua com a venda de licenças de softwares líderes de mercado em BI, treinamentos presenciais e on-line (são mais de 5000 alunos treinados) e já prestaram mais de 30.000 horas de consultoria.

 

 

São três princípios que compõem a filosofia interna da BIX Tecnologia. O primeiro, “Completed Staff Work”, evidencia a aposta em cada funcionário para desenvolver tarefas com autonomia. Outro, “Who’s Got The Monkey”, baseado artigo de William Oncken e Donald L. Wass, compara problemas a macacos, os quais devem ser tratados, e não “pular de mão em mão”. Por fim, “How Will You Measure Your Life”, baseado em livro do mesmo nome, aponta que o sucesso profissional não pode ser o único objetivo de vida de uma pessoa e que a empresa deve ajudá-la a conquistar seus sonhos. 

 

Neste momento, relembraram um caso em que três funcionários queriam passar um mês viajando para surfar na Indonésia. Tratava-se de um mês que seria, talvez, o mais difícil para a empresa em sua história – que, na época, contava apenas com nove funcionários – com diversos novos projetos entrando. Para fazer valer o princípio de apoiar os colaboradores, as férias foram concedidas e o restante do grupo se uniu e dividiu tarefas para que os colegas pudessem realizar esse sonho.

 

O último conceito apresentado foi o “Princípio de Pareto”. Empresas, tradicionalmente, gastam 80% de seu tempo gerando dados e informações para, em apenas 20%, tomar as decisões necessárias. Aplicações de Business Intelligence invertem essa proporção, fazendo com que negócios de todos os segmentos tornem-se mais inteligentes.

 

 

No final, os sócios convidaram os presentes a responder um formulário com perguntas do tipo “Qual o seu curso?”, “Quantas horas você dorme?” e “Qual o seu Índice de Aprovação?”. Após dois minutos, já era possível ver uma aplicação em tempo real com gráficos das respostas obtidas e cruzar resultados para chegar a conclusões. “Essa é uma amostra dos serviços de Business Intelligence que desenvolvemos para os nossos clientes”, disse Eberhardt. “Só que tratamos com bases de dados repletas de, muitas vezes, milhões de linhas para ajudar os gestores a prever o futuro de suas empresas”, completou.

 

“Empreendedorismo inteligente é o tipo de conteúdo que, dentro da universidade, sentimos falta” disse um dos organizadores da Work Week e estudante de Administração, Jairo Fortunato. Também comentou que a realidade das empresas de tecnologia interessa muito aos graduandos, que buscam novos caminhos no mercado. “Ter a BIX conosco vai totalmente de encontro com o tema dessa edição de capacitar os participantes pessoalmente e profissionalmente para o mundo em constante mudança que vivemos hoje”.

 

 

FOTOS: Comunica! Empresa Júnior de Jornalismo UFSC.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *